Cesar Cielo está na final dos 100 m livre no José Finkel

Cielo ainda nada final dos 100 m livre, eliminatórias e semi dos 50 m borboleta

O velocista nada a final da prova nesta sexta-feira, mais os 50 m borboleta e o revezamento 4×100 m livre, por pontos para o Flamengo São Paulo – Cesar Cielo foi o mais rápido nas semifinais dos 100 m livre, nesta quinta-feira (23/8), na piscina do Sesi Vila Leopoldina, no quarto dia de provas do Troféu José Finkel. Cielo se classificou para a disputa de medalhas com o tempo de 47s42. Os outros dois mais rápidos foram Nicolas Oliveira (47s56) e Fernando Ernesto Pires dos Santos (47s82). O velocista, que defende o Flamengo, terá uma maratona pela frente nesta sexta-feira (24/8). Nada as eliminatórias dos 50 m borboleta pela manhã, a partir das 9 horas, e à noite, a partir das 18 horas, disputa a final dos 100 m livre, a semifinal dos 50 m borboleta e o revezamento 4×100 m livre. O índice para o Mundial em Piscina Curta (25 metros) de Istambul (TUR), em dezembro, para os 100 m livre é 46s99. “Achei que pudesse ser um pouco mais rápido. O nível técnico da prova foi bom e, mesmo assim, fiquei bem próximo do índice. Agora, o cansaço começa a bater. Não está fácil porque tanto o Nilo (Nicolas Oliveira) quanto o Ernesto estão bem. O recorde está fora de cogitação (sul-americano e brasileiro, de 45s74, dele próprio), mas acho que posso nadar pelo índice. Vou nadar para ganhar”, observou. Cielo observou que também não terá facilidade nos 50 m borboleta, dessa vez em duelo com Nicholas dos Santos. “Em piscina curta, o Nicholas é mais técnico do que eu nos 50 m borboleta. Vou tentar fazer o melhor porque quero ganhar a prova, mas não será fácil”, disse. Observou que em piscina curta o domínio é mais dividido porque “todo mundo se sente em casa nadando em 25 metros”. “Piscina curta é como quadra dura de tênis, cada um tem uma no quintal de casa”, brincou. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, Correios, Audi, Gatorade e Arena.