Cesar Cielo testa preparação e trabalha para ‘fazer melhor’ no Maria Lenk

No Metropolitano, o velocista venceu os 50 m livre, com 22s07, e os 50 m borboleta, com 23s28, melhor do ranking no ano, na primeira tomada de tempo oficial da temporada
Cesar Cielo, segunda temporada com a equipe Fiat/Minas
Cesar Cielo, segunda temporada com a equipe Fiat/Minas
São Paulo – O campeão olímpico e mundial Cesar Cielo nadou o I Torneio Metropolitano de Infantil a Sênior, em Belo Horizonte, no Minas Tênis Clube, sexta-feira e sábado (6 e 7/3/2015), como teste em sua preparação para o Troféu Maria Lenk, em abril, no Rio de Janeiro – na competição, será definida a seleção brasileira para o Mundial de Kazã (RUS), de 24 de julho a 9 de agosto. O nadador da equipe Fiat/Minas venceu os 50 m livre, em 22s07, no sábado – não gostou muito do tempo e vai direcionar os treinamentos para melhorar. Na sexta-feira, Cielo ganhou os 50 m borboleta, em 23s28, o melhor tempo do ano (era do francês Florent Manaudou, que tinha a marca de 23s49). Nos 50 m livre, Cielo dividiu o pódio com os companheiros da Fiat/Minas Ítalo Duarte (22s64) e Henrique de Souza (22s73).
Cesar Cielo quer ser mais rápido nos 50 m livre no Maria Lenk
Cesar Cielo quer ser mais rápido nos 50 m livre no Maria Lenk
Cesar Cielo tem a expetativa de melhorar a sua marca para o Maria Lenk, de 6 a 11 de abril. “Não saiu do jeito que eu estava esperando. Eu queria um tempo melhor do que esse. Então, de agora até o Maria Lenk, tenho de ver o que fazer, preciso nadar mais rápido do que isso. Vou ver depois o vídeo da prova no Metropolitano para saber o que poderia ter sido feito de melhor”, afirmou. No Troféu Daltely Guimarães – Campeonato Brasileiro Sênior e o Open de Natação – em dezembro de 2014, no Rio, Cielo fez índices para o Mundial em três provas – nos 50 m borboleta (22s91), nos 50 m livre (21s60) e nos 100 m livre (48s58). Mas acha que a briga para valer por vagas na seleção será no Maria Lenk. O Maria Lenk será o próximo compromisso de Cesar Cielo com a Fiat/Minas. “Estou muito satisfeito com a minha decisão de nadar pelo Minas. Os dois, tanto a equipe quanto eu, crescemos nesse ano, um aprendendo com o outro. Estou muito contente de ter uma equipe como a Fiat/Minas para brigar pelos Brasileiros e nadar em um revezamento legal nos torneios nacionais. Espero que a gente continue com a mesma pegada do ano passado para tentar ganhar mais títulos pelo Clube.” Cesar Cielo é atleta da Fiat/Minas, equipe de natação do Minas Tênis Clube, tem patrocínio de Gatorade, adidas, Embratel, Furnas, Fiat e Correios e apoio do Bolsa Pódio/Ministério do Esporte.

Cesar Cielo faz melhor tempo do ano nos 50 m borboleta em Belo Horizonte

O velocista da Fiat/Minas faz 23s28 no Metropolitano mineiro, teste em sua preparação para o Maria Lenk, em abril, e o Mundial de Kazã (RUS), de 24 de julho a 9 de agosto
Cesar Cielo, de olho no tempo: 23s28, topo do ranking de 2015
Cesar Cielo, de olho no tempo: 23s28, topo do ranking de 2015
São Paulo – O velocista Cesar Cielo estabeleceu o tempo mais rápido do mundo para os 50 m borboleta, com 23s28, no I Torneio Metropolitano Infantil a Sênior, nadando pela Fiat/Minas, nesta sexta-feira (6/3/2015), em Belo Horizonte. Henrique de Souza (24s19) e Felipe de Souza (24s34) foram segundo e terceiro colocados, respectivamente, na competição, realizada no Minas Tênis Clube. A temporada está no início e o melhor tempo do ano nos 50 m borboleta no ranking da Federação Internacional de Natação (Fina) era do francês Florent Manadou (23s49), feito no dia 14 de fevereiro, em Amiens, na França. Mas Cesar Cielo tem tempo mais rápido do que esse como índice para o Mundial de Kazã, de 24 de julho a 9 de agosto, feito no Troféu Daltely Guimarães – Campeonato Brasileiro Sênior e o Open de Natação – , no Rio de Janeiro, em dezembro de 2014 (22s91), a última vez em que nadou a distância. O início do Metropolitano atrasou em função da chuva. Mas Cielo avaliou o resultado como positivo. “Foi legal, um primeiro bom teste. Não costumo treinar muito esse estilo. Quando chega a competição eu tenho dúvida sobre o que vai sair. Não tenho confiança e nem até muita experiência em termos de treino e sensibilidade. Me concentro em fazer uma boa saída e tentar passar sem respirar. E com tudo que aconteceu, ter atrasado um pouco a competição, o aquecimento ter sido corrido, foi uma prova boa. Foi uma decisão acertada ficar aqui, em Belo Horizonte, para treinar e competir, ao invés de seguir para a França com a seleção”, disse Cielo, que optou por não disputar um torneio em Marseille, no fim de semana, em função da distância.
Cesar Cielo diz que Mundial de kazã será grande teste para o Rio 2016
Cesar Cielo diz que Mundial de kazã será grande teste para o Rio 2016
Cesar Cielo ainda fará um outro teste no Metropolitano mineiro, neste sábado (7/3/2015), nos 50 m livre – o programa e provas começa às 16 horas na piscina do Minas I. Cielo tem índice para o Mundial nos 50 m livre (21s60), marca obtida no Brasileiro Sênior e o Open de Natação, em dezembro de 2014. Mas acha que a disputa para valer entre os velocistas brasileiros pelas vagas na seleção que vai ao Mundial será no Maria Lenk, em abril. Cielo também tem índice nos 100 m livre (48s58) e torce pela formação de um time de revezamento do Brasil bem competitivo em Kazã. “Eu quero nadar os 50 m livre para 21 segundos, qualquer 21. Quero ver se consigo colocar isso em prática. Eu fiz 22s15 em um treino há duas semanas. Vamos ver se cresci. A partir daí, com o resultado das duas provas, vamos ver como serão os treinos até o Maria Lenk, o quanto preciso descansar e treinar para chegar em boa forma. E depois usar o primeiro semestre como guia para o Mundial.” Teste para os Jogos do Rio na Rússia Cesar Cielo acha que o Mundial de Kazã será um grande teste antes dos Jogos Olímpicos para a natação brasileira. “Vamos nos testar contra as grandes equipes do mundo e ver o que podemos evoluir para no ano seguinte sermos melhor. É focar tudo agora no Mundial como se fosse a competição mais importante da nossa vida”, afirmou. “2015, para quem tem o sonho de competir bem em casa, em todos os esportes, pode ser o segundo ano mais importante da carreira”, completou. Cesar Cielo é atleta da Fiat/Minas, equipe de natação do Minas Tênis Clube, tem patrocínio de Gatorade, adidas, Embratel, Furnas, Fiat e Correios e apoio do Bolsa Pódio/Ministério do Esporte.

Cesar Cielo testa preparação para o Mundial de Kazã no Metropolitano

O velocista nada os 50 metros, nos estilos livre e borboleta, em Belo Horizonte, para tomada de tempo e avaliação do estágio dos treinamentos para Maria Lenk e Mundial
Cesar Cielo faz primeira prova do ano no Minas Tênis
Cesar Cielo faz primeira prova do ano no Minas Tênis
São Paulo – O campeão olímpico Cesar Cielo, da Fiat/Minas, faz o primeiro teste da temporada na piscina do Minas Tênis Clube. Cielo compete duas provas – os 50 m livre e os 50 m borboleta – no Torneio Metropolitano Infantil a Sênior, no Minas I, nesta sexta-feira, a partir das 18 horas, e sábado, a partir das 16 horas (dias 6 e 7/3/2015). “Na verdade, é uma tomada de tempo, avaliação do treinamento, e também uma oportunidade de competir e ficar um tempo em Belo Horizonte. É um teste do treinamento para usar como parâmetro para o final da temporada”, observou Cesar Cielo, tricampeão mundial dos 50 m livre e bicampeão mundial dos 50 m borboleta. A principal competição da temporada será o 16º Mundial de Kazã (RUS), de 24 de julho a 9 de agosto. Com treinos em Belo Horizonte e também em São Paulo, para cumprir a agenda do clube e da seleção brasileira, esta será a terceira participação de Cielo no Metropolitano mineiro. O torneio também será de avaliação para o Troféu Maria Lenk, de 6 a 11 de abril, no Rio de Janeiro. Apesar de ter índices para o Mundial nos 50 m borboleta (22s91) e nos 50 m livre (21s60), marcas obtidas no Troféu Daltely Guimarães – Campeonato Brasileiro Sênior e o Open de Natação – em dezembro de 2014, Cielo acha que a disputa para valer entre os velocistas brasileiros pelas vagas na seleção que vai ao Mundial será no Maria Lenk. Cielo também tem índice nos 100 m livre (48s58) e torce pela formação de um time de revezamento do Brasil bem competitivo em Kazã. Cielo está trabalhando com uma comissão multidisciplinar, composta pelo técnico Arílson Soares, o Ari, pelo preparador físico André Cunha, por Charles Ricardo Lopes, professor doutor em Fisiologia do Treinamento; o médico Gustavo Magliocca, que já trabalha com o velocista desde 2007; com Marcelo Saldanha Aoki, professor doutor em nutrição, e Nathan Cunha, fisioterapeuta, também há sete anos na equipe do nadador. “É o início de um trabalho juntos, estamos nos conhecendo e coletando o máximo de dados possíveis para, mais para a frente, ter uma experiência e uma bagagem de informações que possa ajudar nessa temporada do Mundial. Experimentando algumas formas de treinamento novas, coletando dados e, pelos resultados que vamos ter nesse primeiro momento, poderemos avaliar como vai seguir a preparação, pensando no Mundial”, informou Cielo. O velocista nadará o Torneio Metropolitano com os companheiros da Fiat/Minas. O time tem Nicolas Nilo Oliveira, Fernando Silva e Kaio Márcio, que já integraram seleções olímpicas, Henrique Martins, Daiane Becker e Alan Vitória, que foram ao Mundial de Piscina Curta de Doha, no Catar, em dezembro, e jovens talentos das categorias de base como Maria Paula Heitmann, Eduardo Amaral, Vinicius Lanza, André Lima, Yuri Querino, Tatiana Zago, Maria Belisário, Isabela Melo e João Vitor Thomaz, que já disputaram competições adultas ou foram convocados para a seleção brasileira. Cesar Cielo é atleta da Fiat/Minas, equipe de natação do Minas Tênis Clube, tem patrocínio de Gatorade, adidas, Embratel, Furnas, Fiat e Correios e apoio do Bolsa Pódio/Ministério do Esporte.