Cesar Cielo prossegue preparação para o Mundial no GP de Santa Clara

MARIA-LENK2013-2                   O campeão mundial e olímpico nada os 50 m livre no meeting americano de olho no tricampeonato mundial da distância em Barcelona Cesar Cielo disputa o Grand Prix de Santa Clara, um importante meeting norte-americano, na Califórnia, como mais um teste em sua preparação para o Mundial de Desportos Aquáticos de Barcelona. Cielo, que foi anunciado pelos organizadores como ‘superstar internacional’ na competição, disputa os 50 m livre sábado (1/6), prova na qual está focado o seu objetivo maior, em agosto – as disputas da natação no Mundial começam no dia 28. “Quero ser o primeiro a ganhar três vezes os 50 m desde que a prova foi introduzida no programa do Mundial, em 1986”, afirma o velocista brasileiro, que é campeão olímpico (Pequim/2008) e bicampeão mundial da prova (Roma/2009 e Xangai/2011), além de medalhista olímpico de bronze (Londres/2012) e recordista mundial (20s91). “Santa Clara é mais um teste, mas é claro que quero fazer o meu melhor e já começar a ver quem serão meus rivais, ver como estão meus treinos na temporada. Com nadadores como o Nathan e o Ervin vai ser uma prova muito forte. Uma boa meta é quebrar a barreira dos 22 segundos, nadar para 21s9, 21s8. A partir daí, estar em boa forma para o restante da temporada”, resumiu Cielo. A prova terá Cullen Jones, Anthony Ervin, Nathan Adrian e Matt Grevers. O brasileiro está trabalhando com Scott Goodrich, ex-nadador, com quem já dividiu casa em Auburn (EUA) – os dois têm quase a mesma idade. “O Scott tem sido o técnico-chefe. Escreve os treinos, planeja o que vamos fazer, as viagens, as competições. É um pouco diferente do que eu fazia com o Albertinho (Alberto Silva, técnico da seleção brasileira). Agora, o foco é o sprint. Estou cuidando dos 50 m livre como nunca cuidei na vida. Estou querendo ver o quanto posso ser veloz nos 50 m livre”, revelou Cielo. Os 100 m podem voltar a ser seu foco, mas no futuro, em 2014, ou até mesmo depois do Mundial, mas agora, após 7 meses da cirurgia nos joelhos, vai focar nos 50 m. “Posso me exigir até certo ponto. Em Barcelona, já serão 10 meses da cirurgia e devo estar em boa forma para defender meus títulos”, disse Cielo, referindo-se aos 50 m livre e também aos 50 m borboleta, em que foi campeão em Xangai/2011. “Para o Mundial, vão ser os 50 m livre e os 50 m borbo. É ver como vou me sair. Preciso ter de volta meus joelhos e a confiança para nadar os 100 m outra vez”, observou. Cielo frisou que teve uma ótima recuperação dos joelhos e cumpre até hoje uma rotina rígida que inclui, por exemplo, gelo duas vezes por dia. “Mas já estou fazendo os agachamentos na academia, trabalhando a saída do bloco e na época do Mundial vou estar 100%”, ressaltou. O brasileiro gostou dos tempos que fez na disputa do Troféu Maria Lenk, no fim de abril, na seletiva brasileira para o Mundial de Barcelona – 21s57 na final dos 50 m livre e 23s16 na dos 50 m borboleta. “Até o Mundial, vai dar para me exigir mais nos treinos. A expectativa é que essa janela me deixe nadar mais rápido do que 21s5. Quero defender meus títulos, mas não sei como os rivais vão estar no Mundial. Espero uns 22 s no borbo e uns 21s3 ou menos que isso nos 50 m livre. Tomara que eu consiga bater na parede em primeiro lugar”, ressaltou. Nadar, comer, dormir… rotina de nadador Cielo está fazendo um camping de treinamento com o técnico Scott Goodrich já há duas semanas, na Universidade de Phoenix, Arizona, para onde volta, por mais duas semanas, depois dessa competição na Califórnia. Então, retorna a São Paulo para mais três semanas de treino até o embarque para a Europa. Antes do Mundial, Cielo nada o Paris Open, nos dias 6 e 7 de julho. No Arizona, tem mantido a rotina de treinamento e evita sair por causa do sol forte nessa época do ano. “Levo vida de nadador: nado, como, durmo muito. Às vezes, jogo um pouco de videogame. Estou jogando Call of Duty, mas não sou muito bom, não. Tenho de estar feliz no dia para não jogar o controle na parede. Tenho evitado o videogame nos dias em que treino mal”, brincou Cielo. Cesar Cielo é atleta do Clube de Campo de Piracicaba e tem patrocínio da Adidas, Embratel, Gatorade, Correios e Audi.

Cesar Cielo vence 50 m livre no Arizona Invitational em teste para Mundial

O próximo desafio do campeão mundial e olímpico será o Grand Prix de Santa Clara, no fim de semana (de 31/5 a 2/6)
Cesar Cielo e Scott Goodrich: treinos na Universidade do Arizona
Cesar Cielo e Scott Goodrich: treinos na Universidade do Arizona
  O campeão olímpico e bicampeão mundial dos 50 m livre, Cesar Cielo venceu a distância no Arizona Invitational, no sábado (25/6), prova realizada em Mesa, no Arizona (EUA), com o tempo de 22s01. Os sul-africanos Roland Shoeman e Darian Townsend ficaram em segundo e terceiro, respectivamente, com 22s26 e 22s97. Apesar da vitória, para Cielo – que está treinando por algumas semanas com o técnico Scott Goodrich, na Universidade do Arizona, em Phoenix – a prova foi mais um teste dentro de sua preparação para o Mundial de Barcelona, na Espanha (de 24 de julho a 4 de agosto – a natação começa no dia 28). “Queríamos fazer um camping em um lugar quente, duas semanas de bons treinos antes do GP de Santa Clara. Vamos treinar mais duas semanas nos EUA depois de Santa Clara, fazer o trabalho mais duro nos EUA. Depois, voltar para o Brasil”, afirmou Cesar Cielo. O próximo desafio de Cielo será a disputa do Grande Prix de Santa Clara, de sexta-feira a domingo (31/5 a 2/6), na Califórnia. “Santa Clara será mais um teste, mas é claro que quero fazer o meu melhor lá e já começar a ver quem serão meus rivais, ver como estão meus treinos na temporada. Acho que uma boa meta é quebrar os 22 segundos, fazer 21s9, 21s8. A partir daí, estar em boa forma para o restante da temporada”, afirma o velocista que ainda disputará o Paris Open, dias 6 e 7 de julho, antes do Mundial de Barcelona, onde disputará os 50 m livre, brigando pelo tricampeonato mundial, e os 50 m borboleta. Cesar Cielo é atleta do Clube de Campo de Piracicaba e tem os patrocínios de Embratel, Adidas, Gatorade, Correios e Audi.