Cesar Cielo é tricampeão do Prêmio Marcas de Confiança

O nadador foi eleito o esportista de maior confiança de 2012 pela pesquisa da revista Seleções e Ibope com 88% dos votos São Paulo – Cesar Cielo, campeão olímpico e mundial e medalhista de bronze nos 50 m livre, nos Jogos de Londres, foi eleito o Esportista de Confiança de 2012 pela pesquisa feita pela revista seleções e o Ibope em várias categorias. Os vencedores do 11º Prêmio Marcas de Confiança foram anunciados no dia 12 de setembro, em café da manhã, no Leopolldo Faria Lima. Na categoria “esportista de confiança”, Cielo ganhou o tricampeonato, com 88% de índice de confiança. Cielo bateu Marta, do futebol (84%), além de Robert Scheidt (80%), da vela, e Maureen Maggi (78%), do atletismo, entre outros grandes nomes do esporte nacional. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, Correios, Audi, Gatorade e Arena.
Prêmio Marcas de Confiança: tri com 88% na pesquisa Seleções/Ibope

Cesar Cielo recebe 200 crianças no I Torneio Novos Cielos

Cesar Cielo no I Torneio Novos Cielos, no Esporte Clube Barbarense
Cesar Cielo no I Torneio Novos Cielos, no Esporte Clube Barbarense
Nadadores de 6 a 14 anos, dos polos de Limeira (ANEL), São Paulo (Centro Olímpico) e Santa Bárbara D’Oeste disputaram a competição do Instituto Cesar Cielo Santa Bárbara D’Oeste – O campeão e recordista mundial Cesar Cielo está de férias após a conquista de sua terceira medalha olímpica, nos Jogos de Londres (bronze, nos 50 m livre), mas aproveitou o fim de semana para passar o dia na piscina do Esporte Clube Barbarense, onde começou a nadar aos 7 anos. Cielo não foi aproveitar o dia de sol, mas participar do I Torneio Novos Cielo. Recebeu 200 crianças, de 6 a 14 anos, para a competição, que reuniu atletas dos polos do Instituto Cesar Cielo. “É um sonho que eu tinha desde que comecei a me destacar na natação. Eu admiro o trabalho que o Guga (o tricampeão de Roland Garros, Gustavo Kuerten) fez no tênis. Nos Estados Unidos, onde nadei por um tempo, é comum os atletas terem projetos sociais e faz parte do que eu quero para minha carreira. Para uma criança, disputar um torneio como esse,o primeiro para muitos, é uma lembrança que nunca acaba, vai ficar na memória das crianças e dos pais. O principal é dar um pouco de volta de tudo o que recebi”, afirmou Cesar Cielo, nadador do Flamengo, que fica de férias por duas semanas antes de retomar a preparação para os próximos desafios, o principal deles, o Mundial de Barcelona (ESP), em 2013. O Novos Cielos, projeto do Instituto Cesar Cielo, quer apoiar talentos da natação, com treinamento para crianças e adolescentes de 6 a 18 anos e participação em competições, a partir de parcerias com polos de vocação formadora. O torneio reuniu, neste sábado (1/9), em Santa Bárbara D’Oeste, 200 crianças, de três polos do projeto Novos Cielos, a Associação dos Nadadores e Esportistas de Limeira (ANEL), o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), da Prefeitura de São Paulo, e o Esporte Clube Barbarense/Unimed, nas categorias pré-mirim, mirim 1 e 2, petiz 1 e 2, infantil 1 e 2, com disputas dos 25 metros e 50 metros livre, com eliminatórias e finais. Cesar Cielo com nadadoras, no I Torneio Novos Cielos
Cesar Cielo com nadadoras, no I Torneio Novos Cielos
 
Cesar Cielo dá autógrafo em camiseta dos Novos Cielos
Cesar Cielo dá autógrafo em camiseta dos Novos Cielos
                  Cielo disse que a expectativa do projeto, recém-iniciado, não é formar nadadores para 2016 – não haveria tempo porque o trabalho tem de ser contínuo e é longo. “As crianças dos Novos Cielos… quem sabe apareça alguém para 2020. É um projeto de longo prazo. Foi assim que eu comecei, investindo, com continuidade. Hoje, são 200 crianças aqui, no ano que vem serão mais e com os Jogos Olimpícos do Rio, em 2016, isso vai vir numa crescente. Outros projetos como esse vão aparecer, incentivos para esse projeto vão surgir.” O velocista avisou que é o primeiro torneio, de muitos que quer realizar, que fez com o apoio da família, de seus patrocinadores pessoais e de outros que estão se juntando. “Quando eu converso com patrocinadores, sempre me perguntam qual é a minha relação com trabalho social. Empresas podem ajudar. Apesar de nossa cultura não estar tão preparada para isso”, acrescentou. Cielo explicou que a ideia surgiu por causa de seu contato com o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, em São Paulo – defende o Flamengo, mas treina no Programa Rumo ao Ouro em 2016, o PRO 16, que junta nadadores de vários clubes para treinamento de alta performance. “Eu nado com a criançada. Parte deles está aqui hoje, participando do torneio. Espero que mais projetos como o do Centro Olímpico surjam.” Cesar Cielo observou que muitas crianças têm talento, habilidade para o esporte, mas é preciso sentir vontade de treinar e competir, é preciso querer muito para tornar-se um campeão. “Quem quiser mais, se dedicar mais, vai conseguir.” Disse que se sentiu feliz por estar perto da piscina, num fim de semana de férias, não para nadar, mas para ver as crianças nadarem e para incentivá-las. “Sempre tem um retorno, um sorrisinho antes de pedir um autórgrafo. Uma criança veio me perguntar se vi o tempo que ela fez. Estou junto com eles, não consigo me colocar em outra situação, é o que gosto de fazer.” O I Torneio Novos Cielos tem o apoio de Shriners, Gatorade, Arena, Horti-Fruti Pérola, Fiore e Audi. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, Correios, Audi, Gatorade e Arena.