Cesar Cielo vence os 50 m livre e bate tempo de Popov

Campeão olímpico e mundial faz 21s55 na prova mais rápida da natação, neste domingo, no Paris Open e agora é dono da melhor marca do mundo sem supermaiôs
São Paulo – O campeão olímpico Cesar Cielo venceu os 50 m livre no 4º Paris Open de Natação, neste domingo (27/6), com o melhor tempo da temporada no mundo: 21s55. O francês Frédérick Bousquet tinha a melhor marca da prova este ano, com 21s71. Cielo comemorou o fato de superar a marca do recorde mundial dos 50 m livre (21s64) que o russo Alexander Popov estabeleceu em 2000, antes da chegada dos supermaiôs. Os maiôs tecnológicos, com os quais foram quebrados vários recordes mundiais no ano passado, foram proibidos pela Federação Internacional de Natação (Fina) para a temporada de 2010, e as referências de tempos recuaram até a era das sungas. “Finalmente abaixo dos 21s64. Até mais cedo do que eu esperava na temporada. Obrigada a todos que torceram. Agora posso dizer que sou o primeiro a nadar abaixo do tempo do Popov”, observou Cesar Cielo, antes de deixar Paris. Cielo seguiu para Barcelona, Espanha, para uma sessão de fotos com a Arena, seu patrocinador de maiô. Cielo havia feito 21s80 no Troféu Maria Lenk, em maio, e vibrou com o resultado, após o quinto lugar nos 100 m livre (49s23), no sábado. O francês Fabien Gilot, que havia vencido os 100 m livre, ficou com a medalha de prata nos 50 m (21s83), com Bousquet em terceiro (21s95). Alain Bernard, campeão olímpico dos 100 m livre, não foi às finais. Cielo, de 23 anos, já havia feito um tempo melhor do que o de Gilot, nos 100 m livre. Gilot venceu com 48s65 e Cielo tem 48s63, tempo do Troféu Maria Lenk, mas foi apenas o quinto em Paris na distância. Neste domingo, deu o troco nos 50 metros. Nas eliminatórias, Cielo também fez o melhor tempo, com 22s18, à frente do franceses Fred Bousquet (22s27) e Fabien Gilot (22s34). Alain Bernard ficou com o nono tempo (22s73) e não passou à decisão. Agora, o brasileiro nadará o GP de Athens, na Georgia, em julho, seguindo sua preparação para o Pan-Pacífico de Irvine (EUA), de 18 a 22 de agosto, sua principal prova nesta temporada. Ao lado dos brasileiros Henrique Barbosa e Nicholas dos Santos, que treinam e moram com ele, em Auburn, Alabama, Cielo opotou por disputar um meeting menor em julho, para não ter desgaste com longas viagens. Cesar Cielo é campeão olímpico dos 50 m livre e medalhista de bronze dos 100 m livre, nos Jogos de Pequim/2008. É campeão nos 50 m e 100 m livre do Mundial de Roma/2009 e recordista mundial dos 50 m livre (20s91) e dos 100 m livre (48s91). Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, TNT, Arena e Correios.

Cesar Cielo nada agora os 50 m livre no Paris Open

O campeão olímpico e mundial terminou em quinto lugar (49s23) na final dos 100 m livre vencida pelo francês Fabien Gilot (48s65)
  São Paulo – Cesar Cielo ficou em quinto na final dos 100 m livre (49s23), neste sábado, no 4º Paris Open de Natação, em prova vencida pelo francês Fabien Gilot (48s65), que não está classificado para o Campeonato Europeu de Budapeste em provas individuais. O pódio ainda teve o também nadador da França, Yannick Agnel, em segundo lugar, empatado com o norte-americano Nathan Adrian (ambos com 48s83). O multicampeão mundial e olímpico, Michael Phelps, ficou em oitavo (49s70) e o campeão olímpico da distância, Alain Bernard, não se classificou para a final. Cielo se prepara para o Pan-Pacífico de Irvine (EUA), de 18 a 22 de agosto. Este ano, Cielo já nadou os 100 metros na casa dos 48 segundos – fez 48s63 no Troféu Maria Lenk, em maio. Seu objetivo era repetir a prova para 48 segundos. Nas eliminatórias da manhã, Cielo ficou com o quinto melhor tempo da classificação (49s31) à frente de Michael Phelps, o sétimo (49s44). A melhor marca das eliminatórias foi a do francês  Fabien Gilot (48s59). O francês Alain Bernard, campeão olímpico dos 100 m e vice-mundial, não se classificou entre os oito finalistas (fez o 17º tempo, com 50s44). Neste domingo, o nadador do Flamengo Cesar Cielo volta à piscina para nadar os 50 m livre, tendo como forte adversário o francês Frédéric Bosquet. Cielo, de 23 anos, 1,95 m e 88 kg, é campeão mundial e recordista mundial (20s91) da prova mais rápida da natação. Sua melhor marca nos 50 metros em 2010, sem o supermaiô, é 21s80, tempo feito no Maria Lenk, em maio. Bousquet, de 29 anos, 1,88 m e 83 kg, é vice-campeão mundial e perdeu o recorde mundial (20s94) para Cielo no fim de 2009. Sua melhor marca em 2010 é 21s71. “Quero fazer uma prova técnica e para 21 segundos”, resume Cielo sobre seu objetivo em Paris. “Quero analisar mesmo o meu jeito de nadar, não quero fazer os 50 m muito afobado, por exemplo. Meu objetivo é estar pronto no Pan-Pacífico e esse é um bom teste em alto nível.” Cesar Cielo ainda nadou a fase de classificação dos 50 m borboleta no Paris Open, pela manhã, e fez o melhor tempo: 23s87, a frente do sul-africano Roland Schoeman (24s08) e do francês Fred Bosquet (24s22). Mas o brasileiro não disputou a final da prova por causa dos 100 m livre. Na final, a medalha de ouro dos 50 m borboleta, ficou com Schoeman (23s61), seguido por Bosquet (23s83) e o holandês Joeria Verlinden me terceiro (24s10). Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, TNT, Arena e Correios.

Cesar Cielo disputa o Paris Open

No reencontro com os franceses Fred Bousquet e Alain Bernard, campeão olímpico e mundial quer se preocupar com suas provas e a preparação para o Pan-Pacífico
  São Paulo – O campeão olímpico e mundial Cesar Cielo disse que não está disputando o 4º Paris Open de Natação pensando em um duelo com os franceses Fred Bousquet e Alain Bernard ou o multicampeão olímpico Michael Phelps, que os organizadores anunciaram também nos 100 metros livre. Cielo, de 23 anos, não quer perder dos principais rivais da atualidade, mas sua prioridade é a preparação para o Pan-Pacífico de Natação de Irvine, em agosto. Por isso, planeja fazer “provas técnicas”, sem erros da largada à chegada, tanto nos 50 metros quanto nos 100 metros livre. “Vou nadar aqui em Paris buscando fazer provas técnicas numa competição de alto nível – quero avaliar os fundamentos. Não quero ser muito afobado nos 50 metros, por exemplo, quero atingir o limite nos 100 metros sem chegar fatigado”, disse Cielo. “O Paris Open é um teste em altíssimo nível para o Pan-Pacífico. Com os franceses, a prova fica no nível de Mundial, eleva a adrenalina. Sigo pensando em nadar para 21 segundos os 50 m e para 48 segundos os 100”, observou o nadador do Flamengo, que compete nos 100 m livre no sábado (26/6) – com finais a partir das 12 horas (horário de Brasília). A decisão dos 50 m livre será no domingo (27/6). O site do Paris Open fala em duelo entre o americano Michael Phelps, que não nada na França desde 2001, dono de 16 medalhas olímpicas e 22 títulos mundiais, e o francês Alain Bernard, campeão olímpico dos 100 m livre nos Jogos de Pequim/2008 e vice-campeão no Mundial de Roma/2009. Mas a disputa dos 100 m livre terá também o brasileiro Cesar Cielo, medalhista de bronze nos Jogos de Pequim e campeão no Mundial de Roma, com novo recorde mundial (46s91). Em 2010, Bernard já nadou a distância em 48s23 e Cielo, em 48s63 – Phelps não tem marca na temporada. “Não vejo o Paris Open como um duelo com o Phelps. Nem com o Bernard. Ele está treinando para o Europeu e eu para o Pan-Pacífico. O duelo vai ficar para o Mundial de Piscina Longa, no ano que vem. É claro que é importante ganhar e eu quero ganhar”, disse Cielo, que não nada contra o francês desde o Mundial de Roma. “Ainda estou meio pesado dos treinamentos. Vou estar um pouco mais descansado no seccional da Geórgia, em julho, mas vou estar pronto mesmo em agosto”, observou. No domingo, Cielo enfrenta o francês Fred Bosuquet, nos 50 m livre, confronto também divulgado pelos organizadores como um duelo na prova masi rápida da natação. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, TNT, Arena e Correios

Cesar Cielo disputa o Paris Open

No reencontro com os franceses Fred Bousquet e Alain Bernard, campeão olímpico e mundial quer se preocupar com suas provas e a preparação para o Pan-Pacífico
  São Paulo – O campeão olímpico e mundial Cesar Cielo disse que não está disputando o 4º Paris Open de Natação pensando em um duelo com os franceses Fred Bousquet e Alain Bernard ou o multicampeão olímpico Michael Phelps, que os organizadores anunciaram também nos 100 metros livre. Cielo, de 23 anos, não quer perder dos principais rivais da atualidade, mas sua prioridade é a preparação para o Pan-Pacífico de Natação de Irvine, em agosto. Por isso, planeja fazer “provas técnicas”, sem erros da largada à chegada, tanto nos 50 metros quanto nos 100 metros livre. “Vou nadar aqui em Paris buscando fazer provas técnicas numa competição de alto nível – quero avaliar os fundamentos. Não quero ser muito afobado nos 50 metros, por exemplo, quero atingir o limite nos 100 metros sem chegar fatigado”, disse Cielo. “O Paris Open é um teste em altíssimo nível para o Pan-Pacífico. Com os franceses, a prova fica no nível de Mundial, eleva a adrenalina. Sigo pensando em nadar para 21 segundos os 50 m e para 48 segundos os 100”, observou o nadador do Flamengo, que compete nos 100 m livre no sábado (26/6) – com finais a partir das 12 horas (horário de Brasília). A decisão dos 50 m livre será no domingo (27/6). O site do Paris Open fala em duelo entre o americano Michael Phelps, que não nada na França desde 2001, dono de 16 medalhas olímpicas e 22 títulos mundiais, e o francês Alain Bernard, campeão olímpico dos 100 m livre nos Jogos de Pequim/2008 e vice-campeão no Mundial de Roma/2009. Mas a disputa dos 100 m livre terá também o brasileiro Cesar Cielo, medalhista de bronze nos Jogos de Pequim e campeão no Mundial de Roma, com novo recorde mundial (46s91). Em 2010, Bernard já nadou a distância em 48s23 e Cielo, em 48s63 – Phelps não tem marca na temporada. “Não vejo o Paris Open como um duelo com o Phelps. Nem com o Bernard. Ele está treinando para o Europeu e eu para o Pan-Pacífico. O duelo vai ficar para o Mundial de Piscina Longa, no ano que vem. É claro que é importante ganhar e eu quero ganhar”, disse Cielo, que não nada contra o francês desde o Mundial de Roma. “Ainda estou meio pesado dos treinamentos. Vou estar um pouco mais descansado no seccional da Geórgia, em julho, mas vou estar pronto mesmo em agosto”, observou. No domingo, Cielo enfrenta o francês Fred Bosuquet, nos 50 m livre, confronto também divulgado pelos organizadores como um duelo na prova masi rápida da natação. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, TNT, Arena e Correios.

Cielo ganha ouro nos 50 m borboleta em Paris e faz melhor tempo do mundo no ano

O velocista ficou em primeiro em 22s98 e foi ao topo do ranking em 2011 na prova que também vai nadar no Mundial de Xangai
São Paulo – Cesar Cielo levou a medalha de ouro com o melhor tempo do mundo no ano nos 50 m borboleta, neste sábado (25/6), no Open de Paris: 22s98. Cielo nadou a prova – que também vai disputar no Mundial de Xangai – em menos de 23 segundos e ficou muito perto do recorde sul-americano que havia sido feito por Nicholas dos Santos, com os trajes tecnológicos, de 22s87 – nadando de bermuda, Cielo ficou a 11 centésimos de segundos da marca. Cielo fez uma dobradinha brasileira com Nicholas dos Santos, que ficou com a medalha de prata em Paris, com 23s20 – o segundo melhor tempo do mundo no ano. A melhor marca do mundo no ano nos 50 m borboleta pertencia ao australiano Matthew Targett, com 23s25. O alemão Steffen Deibler levou a medalha de bronze (23s42) em Paris. “O PRO-16 e o Flamengo têm os dois melhores nadadores borbo do mundo. Dobradinha brasileira no ranking mundial. Valeu Nicholas!”, escreveu Cesar Cielo em seu twitter. Cielo forma com Nicholas uma parceria na seleção brasileira, no rubro-negro e no grupo de treinamento de elite Programa Rumo ao Ouro, em 2016, orientado pelo técnico Alberto Silva. Cesar Cielo vem de 12 dias de preparação, de treinos ainda intensos, feitos com a seleção brasileira no Crystral Palace, de Londres (ING), visando o Mundial de Xangai (CHI), de 24 a 31 de julho. Disse que vai nadar os 50 m borboleta no Mundial, se a prova não atrapalhar o desempenho do revezamento 4×100 m do Brasil. “É até uma prova nova em que vou tentar buscar quem sabe até uma medalhinha, sem muita pretensão, mas não vou entrar displicente achando que não estou como o favorito”, afirmou Cielo. Neste domingo (26/6), Cesar Cielo nadará os 50 m livre no Open de Paris – o programa de provas prevê a classificação a partir das 9h30 e finais a partir das 11 horas. Em Paris, no ano passado, Cielo nadou a distância em 21s55, sendo o primeiro atleta do mundo a baixar o tempo que o russo Alexander Popov tinha desde 2000, de 21s64, marca que era o recorde mundial antes dos trajes tecnológicos. Cesar Cielo é atleta do Flamengo e tem patrocínio de Avanço, Embratel, Arena e Gatorade. Ouça e baixe em MP3 as sonoras do nadador César Cielo: Cielo fala sobre os 50m borboleta no Mundial