Cesar Cielo disputa GPs de Austin e Columbus

Recordista mundial dos 50 m e 100 m livre usará a primeira prova como teste da atual fase de treinamentos e a segunda para ganhar ritmo de competição
  São Paulo – Cesar Cielo estreia na temporada 2010 no Grand Prix de Austin, Texas, de 4 a 6 de março. O GP de Columbus, Ohio, de 1 a 3 de abril, será a segunda prova do campeão olímpico e mundial dos 50 m livre e campeão e recordista mundial dos 100 m livre (46s91), que fixou como principal objetivo, este ano, nadar bem no Pan-Pacífico de Irvine, Califórnia, em agosto. Depois de treinar todo o segundo semestre de 2009 em São Paulo, com o técnico Albertinho Silva, e bater o recorde mundial dos 50 m livre (20s91) no fim da última temporada, Cielo está em Auburn, nos EUA, desde o início de fevereiro. Em Austin – que terá eliminatórias em piscina de 50 jardas, pela manhã, e finais em piscina de 50 metros, à tarde -, Cielo quer testar a fase atual de treinamentos e também ganhar ritmo de competição. Vai nadar os 50 m livre, os 100 m livre e os 100 m costas, “só de manhã, em jardas”. Cielo observa que é importante “treinar na própria competição, já que nos treinos é difícil criar o mesmo clima, com um pouco de adrenalina”. Cielo, de 23 anos, explicou que vai disputar os 100 m costas por causa de um acordo que fez com o técnico Brett Hawke, que quer seus nadadores participando de uma prova por dia durante o torneio. Cielo observa que quando nada provas do estilo costas e borboleta aproveita para treinar saída e a parte submersa do nado – “o tempo embaixo da água, nas viradas, é bem maior nas provas do estilo livre”. No Grand Prix de Columbus, em Ohio, Cielo quer ganhar ritmo de competição – o GP será um mês antes do Troféu Maria Lenk (4 a 9 de maio), em Santos. “Depois de Ohio, vou descansar para nadar bem no Maria Lenk, que pode ser seletivo para o Pan de 2011.” Cielo disse que pode comparar os seus tempos com os de maio do ano passado, no Maria Lenk, quando usou o maiô R-Evolution da Arena, ainda sem poliuretano – no restante da temporada, vestiu o X-Glide. Agora, os supermaiôs estão proibidos pela Fina e todos os nadadores vão usar bermudas em 2010. “Não sei ao certo como serão as seletivas para o Pan, mas estou me preparando para fazer os índices”, disse Cielo, que no GP de Columbus poderá integrar alguns revezamentos com o grupo de Auburn, que inclui os brasileiros Nicholas Santos e Henrique Barbosa entre os estrangeiros. Em 2009, Cesar Cielo conquistou os títulos dos 50 m livre e dos 100 m livre no Mundial de Roma. Também quebrou os recordes mundiais dos 100 m livre (46s91) e dos 50 m livre (20s91), tornando-se o primeiro nadador da história a conseguir ser campeão e recordista mundial nas duas distâncias no mesmo ano. Cielo é campeão olímpico dos 50 m livre e medalhista de bronze nos 100 m livre, medalhas conquistadas nos Jogos de Pequim/2008.

Cesar Cielo disputa GPs de Austin e Columbus

Recordista mundial dos 50 m e 100 m livre usará a primeira prova como teste da atual fase de treinamentos e a segunda para ganhar ritmo de competição
São Paulo – Cesar Cielo estreia na temporada 2010 no Grand Prix de Austin, Texas, de 4 a 6 de março. O GP de Columbus, Ohio, de 1 a 3 de abril, será a segunda prova do campeão olímpico e mundial dos 50 m livre e campeão e recordista mundial dos 100 m livre (46s91), que fixou como principal objetivo, este ano, nadar bem no Pan-Pacífico de Irvine, Califórnia, em agosto. Depois de treinar todo o segundo semestre de 2009 em São Paulo, com o técnico Albertinho Silva, e bater o recorde mundial dos 50 m livre (20s91) no fim da última temporada, Cielo está em Auburn, nos EUA, desde o início de fevereiro. Em Austin – que terá eliminatórias em piscina de 50 jardas, pela manhã, e finais em piscina de 50 metros, à tarde -, Cielo quer testar a fase atual de treinamentos e também ganhar ritmo de competição. Vai nadar os 50 m livre, os 100 m livre e os 100 m costas, “só de manhã, em jardas”. Cielo observa que é importante “treinar na própria competição, já que nos treinos é difícil criar o mesmo clima, com um pouco de adrenalina”. Cielo, de 23 anos, explicou que vai disputar os 100 m costas por causa de um acordo que fez com o técnico Brett Hawke, que quer seus nadadores participando de uma prova por dia durante o torneio. Cielo observa que quando nada provas do estilo costas e borboleta aproveita para treinar saída e a parte submersa do nado – “o tempo embaixo da água, nas viradas, é bem maior nas provas do estilo livre”. No Grand Prix de Columbus, em Ohio, Cielo quer ganhar ritmo de competição – o GP será um mês antes do Troféu Maria Lenk (4 a 9 de maio), em Santos. “Depois de Ohio, vou descansar para nadar bem no Maria Lenk, que pode ser seletivo para o Pan de 2011.” Cielo disse que pode comparar os seus tempos com os de maio do ano passado, no Maria Lenk, quando usou o maiô R-Evolution da Arena, ainda sem poliuretano – no restante da temporada, vestiu o X-Glide. Agora, os supermaiôs estão proibidos pela Fina e todos os nadadores vão usar bermudas em 2010. “Não sei ao certo como serão as seletivas para o Pan, mas estou me preparando para fazer os índices”, disse Cielo, que no GP de Columbus poderá integrar alguns revezamentos com o grupo de Auburn, que inclui os brasileiros Nicholas Santos e Henrique Barbosa entre os estrangeiros. Em 2009, Cesar Cielo conquistou os títulos dos 50 m livre e dos 100 m livre no Mundial de Roma. Também quebrou os recordes mundiais dos 100 m livre (46s91) e dos 50 m livre (20s91), tornando-se o primeiro nadador da história a conseguir ser campeão e recordista mundial nas duas distâncias no mesmo ano. Cielo é campeão olímpico dos 50 m livre e medalhista de bronze nos 100 m livre, medalhas conquistadas nos Jogos de Pequim/2008.

Cesar Cielo dará sequência à temporada em Auburn

Prioridade do campeão olímpico e mundial é disputa do Pan-Pacífico num ano de mudanças na natação mundial com o fim dos supermaiôs
  São Paulo – O nadador Cesar Cielo fará nos Estados Unidos, com o técnico Brett Hawke, a preparação para a temporada de 2010, que será de adaptação ao fim do uso dos supermaiôs e terá como principal desafio o Pan-Pacífico, em agosto. Cielo, de 23 anos, embarcou no último domingo para a cidade de Auburn, no Alabama, onde vai dividir uma casa com os brasileiros Nicholas Santos e Henrique Barbosa e treinar com o grupo de nadadores estrangeiros montado pela Universidade de Auburn.
“Vamos ver o que vamos conseguir fazer com as bermudinhas, né?”, comentou Cielo. Como a Arena já tem as peças que serão usadas na próxima temporada, não será preciso realizar testes, como foi feito com os supermaiôs antes de 2009. Cielo observou que o tecido utilizado nas bermudas é basicamente o mesmo dos maiôs de 2007. Acrescentou que a bermuda da Arena é bem leve e colada a laser, sem costuras. “Não tem mais mistério. A bermuda todo mundo sempre teve; o tecido, tiraram dos maiôs de 2009. Na verdade, é o maiô de 1996 mesmo, em bermuda, talvez com alguma modelagem melhor para o corpo.”
Para Cielo, agora será preciso estabelecer uma comparação direta com o ano de 1996 e os tempos de seus ídolos, como o russo Alexander Popov e o holandês Pieter van den Hoogenband, que nadavam as provas de velocidade. “Não tem mais a história de que o maiô ajuda. Os parâmetros de tempo pessoais para mim passam a ser os do Pan-Americano do Rio (2007). Também vou tomar os parâmetros dos recordes mundiais de antes dos maiôs, 47s8 para os 100 m, do Pieter, e os 21s64 para os 50 m, do Popov.”
A natação mundial ficará na expectativa desde as primeiras provas de 2010. “É difícil você saber que pode fazer alguma coisa e ainda não ter feito”, observou o nadador. Em 2010, ano sem competições da dimensão de uma Olimpíada ou de um Mundial, Cielo já definiu como sua principal prova o Pan-Pacífico de Irvine, na Califórnia, de 18 a 22 de agosto. Também nadará o Troféu Maria Lenk, em maio, em Santos, e quer disputar o Open de Paris, onde encontrará os europeus, uma vez que eles não nadam o Pan-Pacífico. Ainda definirá detalhes do calendário com o técnico Brett Hawke.
Em 2009, Cesar Cielo conquistou os títulos dos 50 m livre e dos 100 m livre no Mundial de Roma. Também quebrou os recordes mundiais dos 100 m livre (46s91) e dos 50 m livre (20s91), tornando-se o primeiro nadador da história a conseguir ser campeão e recordista mundial nas duas distâncias no mesmo ano.
Cesar Cielo é atleta do EC Pinheiros e tem patrocínio da Arena, Correios e TNT.

Cesar Cielo dará sequência à temporada em Auburn

Prioridade do campeão olímpico e mundial é disputa do Pan-Pacífico num ano de mudanças na natação mundial com o fim dos supermaiôs
São Paulo – O nadador Cesar Cielo fará nos Estados Unidos, com o técnico Brett Hawke, a preparação para a temporada de 2010, que será de adaptação ao fim do uso dos supermaiôs e terá como principal desafio o Pan-Pacífico, em agosto. Cielo, de 23 anos, embarcou no último domingo para a cidade de Auburn, no Alabama, onde vai dividir uma casa com os brasileiros Nicholas Santos e Henrique Barbosa e treinar com o grupo de nadadores estrangeiros montado pela Universidade de Auburn.
“Vamos ver o que vamos conseguir fazer com as bermudinhas, né?”, comentou Cielo. Como a Arena já tem as peças que serão usadas na próxima temporada, não será preciso realizar testes, como foi feito com os supermaiôs antes de 2009. Cielo observou que o tecido utilizado nas bermudas é basicamente o mesmo dos maiôs de 2007. Acrescentou que a bermuda da Arena é bem leve e colada a laser, sem costuras. “Não tem mais mistério. A bermuda todo mundo sempre teve; o tecido, tiraram dos maiôs de 2009. Na verdade, é o maiô de 1996 mesmo, em bermuda, talvez com alguma modelagem melhor para o corpo.”
Para Cielo, agora será preciso estabelecer uma comparação direta com o ano de 1996 e os tempos de seus ídolos, como o russo Alexander Popov e o holandês Pieter van den Hoogenband, que nadavam as provas de velocidade. “Não tem mais a história de que o maiô ajuda. Os parâmetros de tempo pessoais para mim passam a ser os do Pan-Americano do Rio (2007). Também vou tomar os parâmetros dos recordes mundiais de antes dos maiôs, 47s8 para os 100 m, do Pieter, e os 21s64 para os 50 m, do Popov.”
A natação mundial ficará na expectativa desde as primeiras provas de 2010. “É difícil você saber que pode fazer alguma coisa e ainda não ter feito”, observou o nadador. Em 2010, ano sem competições da dimensão de uma Olimpíada ou de um Mundial, Cielo já definiu como sua principal prova o Pan-Pacífico de Irvine, na Califórnia, de 18 a 22 de agosto. Também nadará o Troféu Maria Lenk, em maio, em Santos, e quer disputar o Open de Paris, onde encontrará os europeus, uma vez que eles não nadam o Pan-Pacífico. Ainda definirá detalhes do calendário com o técnico Brett Hawke.
Em 2009, Cesar Cielo conquistou os títulos dos 50 m livre e dos 100 m livre no Mundial de Roma. Também quebrou os recordes mundiais dos 100 m livre (46s91) e dos 50 m livre (20s91), tornando-se o primeiro nadador da história a conseguir ser campeão e recordista mundial nas duas distâncias no mesmo ano.
Cesar Cielo é atleta do EC Pinheiros e tem patrocínio da Arena, Correios e TNT.