Cesar Cielo vence sua última competição em um ano especial

O campeão olímpico dos 50 metros vai descansar depois do Prêmio Brasil Olímpico e volta a treinar em 2009 para o Mundial de Roma
São Paulo – O campeão olímpico Cesar Cielo participa da entrega do Prêmio Brasil Olímpico, nesta terça-feira (16/12), antes de fazer uma pausa nos treinos e competições neste fim de ano. Cielo, escolhido o melhor nadador da temporada, também concorre ao prêmio de atleta do ano – com o velejador Robert Scheidt e o ginasta Diego Hypólito. “Independente do resultado do prêmio estou muito feliz com o meu ano. Tenho a sensação de dever cumprido e isso é muito bom”, afirma Cielo. A premiação dos melhores do ano será na terça-feira (16/12), em cerimônia do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) marcada para o MAM, no Rio de Janeiro. O ano de 2008 foi mesmo especial para Cielo. O nadador, de 21 anos, 1,95 m e 88 kg, ganhou a primeira medalha de ouro olímpica na história da natação brasileira nos 50 m livre (21s30), nos Jogos de Pequim. Ainda trouxe uma medalha de bronze, nos 100 m (47s67), empatado com Jason Lezak, da China. Cielo disputou suas duas últimas provas do ano na última semana. Ontem, em Fortaleza (CE), venceu o Desafio Internacional de Natação, na piscina do Náutico Atlético. Na final, em 50 metros livre, num confronto direto com o também brasileiro Nicholas Santos, Cielo venceu com 21s72. Nicholas fez os 50m livre em 22s06. A prova teve quatro baterias, uma de 100 m e três de 50 m, todas no estilo livre. Cesar Cielo venceu a sua bateria dos 100 m livre (49s88), com o norte-americano Davis Tarwater em segundo, ambos classificados para a série A da segunda bateria. Os brasileiros Fernando Silva e Nicholas Santos foram para a série B, a mais fraca. Na segunda eliminatória dos 100 m livre, a vitória foi do sul-africano Darian Townsed (49s61), com o norte-americano Jason Lezak em segundo, classificados para a série A. Rodrigo Castro e Flávio Delamônica foram para a série B. Na segunda bateria,em 50 m livre, Darian Townsed foi o primeiro (22s68), com Cesar Cielo em segundo e Jason Lezak em terceiro, todos classificados para a semifinal. Na bateria mais fraca, apenas um atleta passou à semifinal: Nicholas dos Santos, que venceu a bateria dos 50 m em 22s63. Na semifinal, Cesar Cielo foi o primeiro (22s15) e Nicholas Santos surpreendeu ao terminar em segundo (22s31) e eliminar o americano Lezak e o sul-africano Townsed. Na final, deu Cielo, com Nicholas em segundo e dobradinha do Pinheiros e do Brasil no pódio. Antes de Fortaleza, Cielo disputou o Brasileiro Sênior e o Torneio Open de Santa Catarina, vencendo todas as provas que nadou nas duas competições. “Este ano foi mesmo excepcional. Agora eu só quero descansar. Saio de férias na quarta-feira e só volto depois do ano-novo. Quero curtir minha família e buscar energias para seguir com os treinos em 2009, pensando em um grande resultado no Mundial de Roma”, observou Cielo. Cesar Cielo tem o patrocínio da Arena, Correios, Pinheiros.

Cesar Cielo vence 50 m borboleta com índice para o Mundial de Roma

Campeão olímpico da natação deixa Santa Catarina com quatro vitórias no Brasileiro Sênior e duas no Torneio Open
São Paulo – O campeão olímpico nos 50 m livre, Cesar Cielo, se despediu do Torneio Open de Natação, realizado em Palhoça, Santa Catarina, neste sábado, com a medlha de ouro nos 50 m borboleta e o tempo de 23s87. Cielo, de 21 anos e 1,95 m, obteve o índice na distância ( que foi fixado em 23s99) para o Mundial de Roma, em julho de 2009, e venceu, por um centésimo de segundo, Nicholas dos Santos (23s88). Assim que deixou a piscina da Unisul, Cielo embarcou para Fortaleza, onde disputa, neste domingo, o Desafio Internacional de Natação, uma prova curta, com uma bateria de 100 m livre e duas de 50 m livre, eliminatórias. Os dois nadadores que sobrarem das eliminatórias decidem o título, em 50 metros. Cesar Cielo vai enfrentar o norte-americano Jason Lezak, com quem dividiu a medalha de bronze na Olimpíada de Pequim, em agosto, nos 100 m. Lezak ajudou Micheal Phelps a bater o recorde de oito medalhas de ouro olímpicas ao dar a vitória aos Estados Unidos no revezamento 4 x 100 m livre. Cielo e Lezak são os destaques do Desafio Internacional de Natação, prova organizada pelo ex-nadador Gustavo Borges, que ainda terá o americano Davis Townsend, o sul-africano Darian Townsend e os brasileiros Nicholas dos Santos, Rodrigo Castro, Fernando Silva e Flávio Delamonica. Lezak disse que veio ao Brasil para se divertir, que “Cielo é realmente muito rápido e está nadando muito bem” e a competição tem um formato interessante para os velocistas, mas algo que nunca fez antes. Também Cesar Cielo disputa um desafio como este pela primeira vez. ” São muitas baterias, uma atrás da outra, vai ser pauleira, tem de ter fôlego”, afirma Cielo. O velocista deixou Santa Catarina com duas medalhas de ouro no Torneio Open – Cielo venceu os 50 m livre, com 21s84, e os 100 m livre, com 48s30. No Brasileiro Sênior, realizado ao mesmo tempo, venceu os 50 m livre (22s41), os 100 m livre (48s98), o revezamento 4 x 100 m livre, com a equipe do Pinheiros (Luca Salatta, Fernando da Silva, Nicholas dos Santos e Cesar Cielo), em 3min18s79, e o 50 m borboleta (23s87), com índice para o Mundial de Roma. Cesar Cielo tem o patrocínio da Arena, Correios, Pinheiros.

Cesar Cielo vence os 100 m livre no Open de Santa Catarina

Campeão olímpico ainda nadará os 50 m livre e o revezamento 4 x 100 m nesta sexta-feira, na piscina da Unisul
São Paulo – Cesar Cielo venceu os 100 m livre, nesta quinta-feira, no Open, torneio de clubes realizado na piscina da Unisul, na cidade de Palhoça, Santa Catarina. O campeão olímpico nos 50 m livre, nos Jogos de Pequim, ganhou os 100 m em 48s30, um tempo considerado bom pelo técnico Alberto Silva, do Pinheiros, para o atual período de treinamento. Nicolas Oliveira, do Minas Tênis Clube, ficou em segundo (49s42) e Nicholas dos Santos, do Pinheiros, em terceiro (49s73). Nesta sexta-feira, Cesar Cielo nadará os 50 m livre e o revezamento 4 x 100 m livre. No sábado, ainda competirá nos 50 m borboleta, pela manhã, em Santa Catarina, antes de seguir para Fortaleza – nada no Desafio Internacional de Natação, onde volta a encontrar o americano Jason Lezak, com quem dividiu a medalha de bronze e o tempo de 47s67 nos Jogos de Pequim, nos 100 m livre. A fase está muito boa, estou tentando aproveitar o máximo. Treino é chato, competir é que dá aquela energia. Dá para aproveitar e pensar no Mundial, tentando baixar ainda mais o meu tempo. Eu me surpreendi com a marca que fiz aqui nos 100 m. Ainda está acima do que eu tenho (47s67), mas é recorde do campeonato. E quebrar recorde é sempre bom. Cielo já tem índice para disputar o Mundial de Roma, em julho de 2009, seu principal objetivo no ano. Na manhã desta quinta-feira, Cielo venceu com recorde do campeonato os 100 m livre sênior no Brasileiro da categoria. Cielo marcou 48s98 e bateu a própria marca feita em 2007 (49s74). A competição é simultânea ao Campeonato Brasileiro Júnior (1 e 2) e o Torneio Open, que reúne, na parte da tarde, os oito melhores entre todos que nadaram pela manhã.